domingo, 5 de abril de 2009

Palavras Desconhecidas

OFICINAS REALIZADAS DE 23 A 27/03/09
PROFESSORA DOUTORA ORMEZINDA MARIA RIBEIRO - AYA
GESTAR II -BELO HORIZONTE

OFICINA 05- TP 4– UNIDADE 16

Gêneros: Carta e paródia

OBJETIVOS: Usar palavras fora do cotidiano do aluno
Despertar a curiosidade pelo uso do dicionário.
Descobrir palavras novas

MEU CARÍSSIMO AMOR,
Hoje, faz anos que você se foi e eu estando na mais profunda apoplexia, sinto-me ainda seu muxuango no vituperado corpo.
A minha defenestração ao sentir sua falta me deixa hermeneuta, ignóbil de tanta saudade.
Desde o seu perfunctório, tudo o que era sibilino em minha vida rompeu-se.
Lembro-me ainda da sua falácia imponente, mas nem a saudade, a distância e a traição farão com que eu cometa uxoricídio.
Meu amor será infinito. Para sempre sua...
Apaixonildoscópia Curtindo Fossa.


CANÇÃO DA CONFUSÃO

Minha terra tem muxuango
onde moram os hermeneutas
a falácia que em Brasília acontece
não acontece cá nas Minas das Gerais.

Não permita Deus que o uxoricído político
nem a defenestração que arrasa o país
me faça parar lá.

No meu solo ignóbil,
Sibilinos, sarneyinos, collorcinios, valerinios
não entram mais,
a apoplexia que lá existe, jamais infectará cá
pois em Minas o povo pefunctório sempre vituperará.

Grupo 03:
Edmara G. A. Melo – Três Corações
Elaine da Paixão - Santa Bárbara
Mariana
Márcia Regina Lelles – São Sebastião do Paraíso
Neusa Machado Pena – Pirapetinga
Osmarli Emília Silva - Três Corações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário