terça-feira, 23 de junho de 2009

GESTAR II - 2° ENCONTRO

GESTAR II – PASSOS – MG

2° Encontro 18 e 20 de maio de 2009
Formadora : Raquel Lemos Paim de Lima

“Se tens fé, cumpre saberes que tudo é possível àquele que a tem”

Para facilitar a participação das cursistas, o Gestar II em Passos será dado em dois momentos : segunda-feira das 13:00 às 17:00 e quarta-feira das 18:00 às 22:00 quinzenalmente e de turmas distintas.
Na abertura da reunião foi apresentada a mensagem “ O Segredo” e discutido a essência da mesma : O impossível reside nas mãos inertes daqueles que não lutam.
Com o uso do Power Point foi apresentado o resumo com os pontos básicos do GUIA GERAL, já divididos em grupos as cursistas responderam a página 21 do mesmo, fazendo a leitura das páginas 22 a 25. As ideias foram socializadas e debatidas entre as cursistas.
Trazendo como referência aos gêneros textuais , o caderno TP3 foi introduzido. A professora formadora questionou sobre o conceito e classificação de gênero e tipologia textuais. Através da multimídia , vários gêneros textuais foram interpretados quanto a(s) tipologia(s) existente(s) em cada um deles.
Ficou claro, através de inferências que a interpretação é algo que está intrinsecamente ligado aos valores sociais, culturais, emocionais... Cabe a nós educadores orientarmos e fazermos abordagens por diversos ângulos de um mesmo texto.
As imagens das páginas 15 e 16 do TP3 foram interpretadas minuciosamente pelas cursistas, que logo após socializaram suas análises. Foi pedido às cursistas que escolhessem duas atividades da unidade 9 para serem aplicadas em sala de aula. A seguir um dos relatórios apresentados por uma das cursistas :

RELATÓRIO

TP3 – Unidade 9

Atividade 1 – pág. 17 e atividade 2 pág. 18

O conhecimento intuitivo de gêneros

Objetivo – identificar diferenças e semelhanças na organização de textos organizados em diversos contextos de uso linguístico.

Atividades realizadas com alunos do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Nossa Senhora da Penha.

Os alunos se reuniram em grupos para observarem as 5 figuras. Houve a explicação de que a ideia de texto é bastante abrangente e que envolve tudo o que nos remete a uma informação. Através dos textos de linguagem não verbal, podemos formular ideias, conceitos, e isto é texto.
Como as salas são heterogêneas, há ali, alunos de diferentes classes sociais e por isso possuem visões diferentes acerca de trabalho.
A primeira figura foi facilmente caracterizada como trabalho; a segunda, como o homem está usando um notebook e tem uma bebida ao lado, a maioria achou que ele apenas digita uma mensagem e se diverte com isso, portanto, não considera trabalho. A terceira figura, a maioria também não considerou trabalho, achou que é apenas uma atividade comum de uma escola ou creche; já a figura dos jogadores, a maioria acha que é trabalho, aliás, o sonho dos meninos, ganharem muito dinheiro com o futebol e por fim, analisando a última figura, poucos acham que essa atividade seja trabalho, principalmente, porque não envolve dinheiro, salário.
Enfim , obtivemos um resultado muito bom, cada aluno pôde formular seus conceitos e refletir sobre as atividades de sua comunidade e que isso depende do seu conhecimento de mundo e da vivência de cada um.

Joana D’arc Silva dos Santos.
Professora da Escola Estadual Nossa Senhora da Penha.


Oficina - Gestar II - Passos - MG

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Gestar II Estrada Real: Relatório - Encontro Inaugural -

Gestar II Estrada Real: Relatório - Encontro Inaugural -

Relatório - Encontro Inaugural -

Gestar II – Passos - MG

Relatório - Encontro Inaugural – 30/04/2009

No dia 30/04/2009, realizamos o encontro inaugural do Gestar II na Cidade de Passos- MG.
Na abertura a Secretária Municipal de Educação Rosa Maria Cardoso Beraldo e a Diretora Municipal de Educação Zinete Guimarães Rattis parabenizaram os professores que se inscreverão para fazer o curso, ressaltaram a importância de se alavancar a qualidade da educação no município e que já se encontra em andamento um projeto para que seja gratificado todo professor que participar de formação continuada.
Em seguida apresentei aos cursistas a principal finalidade do curso .” Aprimorar as práticas pedagógicas e profissional , orientando na criação de uma nova escola. Uma escola que vise a autonomia e a auto realização de cada aluno e que tenha como horizonte a justiça social, a felicidade e a emancipação da humanidade.”
Fiz a entrega do Kit Gestar II. As cursistas foram orientadas sobre a divisão dos fascículos e o objetivo de cada um. Após a apreciação do material demonstraram muito entusiasmo devido a riqueza do mesmo. Foi passado o cronograma das oficinas que serão realizadas quinzenalmente. No encerramento do primeiro encontro e diante da grande expectativa e receptividade por parte dos cursistas, sentimos no coração as fortes palavras de Adélia Prado : “ não quero nem faca, nem queijo eu quero a fome”

RAQUEL LEMOS

sexta-feira, 5 de junho de 2009

atividades realizadas no encontro

Atividade 3,
Transformar o texto A pesca de Afonso Romano de Santana para construir um texto narrativo, dissertativo, injuntivo e/ou descritivo. Nosso grupo foi composto por Lilian Silva Sales, Rosângela Arlinda Estanislau, Vanessa Maria Evangelista, Fabiana de Oliveira Gomes Assis, Solange Sabino Palazzi e estilo que trabalhamos foi o descritivo. O resultado ficou assim:
A PESCA
O céu estava azul anil. O anzol foi preparado pacientemente. A Agulha mergulha verticalmente na água. De repente a linha se coloca em riste, veio a espuma, o peixe balança no ar, estabanado. O anzol, como uma âncora lhe rasga a garganta. O peixe , antes aquelíneo, ágil, claro, é jogado no areia e brilha ao sol.
----------------------------------------------------------------
Atividade 4
A professora solicitou que, em grupo, fizéssemos duas questões que remetesse as diversas dimensões de um texto a partir do texto da TP4 Unidade 15. O nosso grupo (Lilian Silva Sales, Rosângela Arlinda Estanislau, Vanessa Maria Evangelista, Fabiana de Oliveira Gomes Assis, Solange Sabino Palazzi e Antônio Calazans da Silva )trabalhou a intertextual . As questões elaboradas foram:
- Que tipo de afirmação social é colocaa pelo texto e reforçada na citação de José Murilo de Carvalho?
- O texto e as ilustrações remetem a uma obra literária, naturalista, muito notória no período. Que autor é este? Qual a obra? Esclareça sobre o contexto.
----------------------------------------------------
Atividade 5

Tema: Registro de Memória
Grupo: Lilian Silva Sales, Rosângela Arlinda Estanislau, Vanessa Maria Evangelista, Fabiana de Oliveira Gomes Assis, Solange Sabino Palazzi e Antônio Calazans da Silva, Eliana Alves de Souza.
Objetivos:
- Discutir a relação entre linguagem oral e escrita, a importância do registro para cultura e memória de um p0vo e produção de texto.
- Sondagem do conhecimento prévio dos alunos sobre a história da comunidade e delimitação do universo a ser estudado.
- Fortalecer o trabalhar em grupo.
- Identificar o Gênero Memória, como é produzido e sua função social
- Promover a Interdisciplinaridade
Série: 9ª Ano
Carga horária: Aproximadamente 10 aulas
Metodologia
- Incentivação com o filme
- Tempestade de idéia
-Sistematização de conhecimentos
Ações
Exibição do Filme
Tempestade de Idéias
Distribuição dos temas
Definição da pesquisa
Fechamento
Discussão dos dados coletados e construção de um texto por grupo e depois coletivo
Socialização
Avaliação
- Analise da pesquisa e do texto produzido pelos alunos
- Participação nos trabalhos em grupo
Recursos
Filme
Multimídia
Cartolina, folhas, canetas, pincéis, transparência, etc
Bibligrafia sobre gêneros textuais
---------------------------------------------------------------------
Atividade 6
Escreva um texto empregando as palavras:
MUXUGANGO, HERMENEUTA, VITUPERADO, DEFENESTRAÇÃO, PERFUNCTÓRIO, FALÁCIA, IGNÓBIL, SIBILINO, UXORICÍDIO, APOPLEXIA
Nosso(Lilian Silva Sales, Rosângela Arlinda Estanislau, Vanessa Maria Evangelista, Fabiana de Oliveira Gomes Assis, Solange Sabino Palazzi e Antônio Calazans da Silva, Eliana Alves de Souza) texto ficou assim:

Um hermeneuta saia todos os dias da repartição pública e se dirigia a perfunctório. Só saia de lá quando estava bastante muxuango. Meio vituperado, andava pelas ruas em total defenestração.
Certa noite, quando chegou na porta de sua casa, pegou o sibilino e tentou abrir a porta. Nesta tarefa ignóbil perdeu muito tempo, quando apareceu um amigo para ajudá-lo
Prontamente o hermeneuta lhe entregou o sibilino; o amigo então perguntou, com grande falácia:
- Onde está o uxoricídio, sem ele não podemos abrir a porta.
Em estado de apoplexia o hermeneuta respondeu:
- Hiiiiiiiiii, fumei ele!
---------------------------------------------
Atividade 7
Utilizando as seguintes informações: homem, 40 anos, é encontrado morto, por um vigia noturno da construção civil, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Aparentemente não houve violência e não há causa aparente de morte; construa um texto a partir de marcas que caracterizam o estilo de pessoas famosas
Nossa Construção ficou assim:
Estilo Tirica
Oh gente, vou conta pro cês! Vinha andando pela rua, bem tranqüilo cantando: Florentina, Florentina, Florentina de Jesus, não sei se tu me amas, porque tu me seduz? Ai, vi o corpo de home – 40 anos mais ou menos – oh gente abestada, me informaram que não havia sinal de violência e que ele foi encontrado pelo vigia da construção .
Como eu não posso fazer nada..., saí cantando: Florentina, Florentina...

Estilo Lula
Companheiros e Companheiras
Hoje aconteceu um fato que afeta nossa categoria. O colega, vigilante da construção civil, em seu trabalho noturno, aliás ele já está recebendo o adicional noturno, encontrou o corpo de um companheiro, morto, na lagoa Rodrigo de Freitas. O sindicato mandou fazer uma sindicância. Quem der falta de um colega de mais ou menos 40 anos, pode nos informar. A verdade será apurada e os culpados serão punidos, doa a quem doer.